Pesquisas - Eleições 2002 - 2º turno

Unidade da Federação: Rio Grande do Sul
número de eleitores: 7.352.139 (6,38% do Brasil)
população: 10.187.798
fontes: IBGE (Censo 2000) e TSE (eleição de 2000)

Pesquisa para o cargo de Governador de Estado

Governador do Rio Grande do Sul - eleição 2002 - Segundo turno
Intenção de voto estimulada (em % )
Instituto data da pesquisa Rigotto (PMDB) Tarso Genro (PT) Branco, nulo ou nenhum Não sabe Sem cand.
Ibope (votos válidos) 24-25/out/02 58 42 - - -
Ibope (votos totais) 24-25/out/02 55 39 3 3 -
Cepa-UFRGS (votos válidos) 22/out/02 59,6 40,4 - - -
Cepa-UFRGS (votos totais) 22/out/02 56,5 38,4 1,9 3,2 -
Correio do Povo (votos válidos) 17-18/out/02 54,2 45,8 - - -
Correio do Povo (votos totais) 17-18/out/02 51,2 43,3 2 3,5 -
Ibope (votos válidos) 15-18/out/02 62 38 - - -
Ibope (votos totais) 15-18/out/02 58 35 2 5 -
Cepa-UFRGS (votos válidos) 15/out/02 57,8 42,2 - - -
Cepa-UFRGS (votos totais) 15/out/02 54,5 39,7 1,6 4,2 -
Ibope 8-10/out/02 57 35 2 6 -
Cepa-UFRGS (votos totais) 08/out/02 58,8 35,8 1,4 5 -

Governador do RS - eleição 2002 - Segundo turno
Intenção de voto espontânea (em % ) - votos totais
Instituto data da pesquisa Rigotto (PMDB) Tarso (PT) Outros Branco, nulo ou nenhum Não sabe Sem cand.
Ibope 15-18/out/02 53 32 0 2 12 -
Correio do Povo 17-18/out/02 48,7 39,5 0,7 2,1 9 -
Ibope 8-10/out/02 50 32 1 2 15 -

Governador do Rio Grande do Sul - eleição 2002 - Segundo turno
Rejeição - estimulada (em % )
Instituto data da pesquisa Rigotto (PMDB) Tarso (PT) Votaria em qualquer um ou não rejeita nenhum Rejeita todos, não vota em ninguém Não sabe Sem cand.
Cepa-UFRGS 22/out/02 30,7 42,5 20,5 - 7,1 -
Ibope 15-18/out/02 15 34 - - 3 -
Cepa-UFRGS 15/out/02 30,1 37,1 23,8 - 9,9 -
Ibope 8-10/out/02 13 32 - - 3 -

Governador de RS - eleição 2002 - Segundo turno
Expectativa de vitória - estimulada (em % )
Instituto data da pesquisa Rigotto (PMDB) Tarso (PT) Não sabe
Cepa-UFRGS 22/out/02 71,1 22,3 6,6
Ibope 15-18/out/02 69 21 11

Governador do Rio Grande do Sul - eleição 2002 - Segundo turno
migração de votos (em % )
escolha no segundo turno de eleitores que votaram em outros candidatos em 6.out.2002
  eleitores de Antonio Britto (PPS) Eleitores de Rigotto (PMDB) Eleitores de Tarso Genro (PT)
  agora votam em: agora votam em: agora votam em:
Instituto data da pesquisa Rigotto (PMDB) Tarso (PT) nulo indeciso Rigotto (PMDB) Tarso (PT) nulo indeciso Rigotto (PMDB) Tarso (PT) nulo indeciso
Ibope 8-10/out/02 80 12 2 7 94 3 0 2 7 90 0 3
Cepa-UFRGS 08/out/02 79,7 8 0,7 11,6 95,3 3,1 0,1 1,5 4,8 93,6 - 1,6

Governador do Rio Grande do Sul - eleição 2002 - Segundo turno
Conhecimento do número do candidato (em % )
Eleitores que sabem que o número eleitoral (Rigotto=15 e Tarso=13)
Instituto data da pesquisa Conhecimento total Respostas incorretas Sem candidato Não sabe o número do candidato Conhecimento entre os eleitores de Rigotto (PMDB) Conhecimento entre os eleitores de Tarso (PT)
n.d. n.d. n.d. n.d. n.d. n.d. n.d. n.d.

Observações:

1) sem candidato - a resposta sem candidato inclui eleitores indecisos (que responderam não saber em quem vão votar), aqueles que dizem que não votarão em ninguém e os que votarão em branco ou nulo

2) margem de erro - a margem de erro varia de instituto para instituto, pois cada um adota sua própria metodologia. No caso do Datafolha, a margem de erro, em geral, tem sido de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Nos outros institutos é comum a margem de erro ser de 3 ou até 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

3) indecisos, brancos e nulos - alguns institutos divulgam apenas um percentual conjunto para as respostas "não sabe", "em branco", "nulo" etc. Nesses casos, o percentual fica na coluna "sem candidato". Quando o instituto divulga separadamente esses percentuais, o resultado fica exposto na tabela na coluna correspondente a cada resposta.

4) pesquisas anteriores - há pesquisas realizadas para as eleições de 2002 que foram realizadas nos anos de 2000 e 2001. Esses levantamentos estão disponíveis nesta página, dentro dos links de cada instituto. A saber: Datafolha, Ibope e Vox Populi/Sensus. Clique no nome do instituto para ter acesso.

5) responsabilidade - os números aqui reproduzidos são de inteira responsabilidade dos institutos mencionados. Esta página apenas faz uma compilação de levantamento realizados. Esta página e o UOL não se responsabilizam pelas metodologias utilizadas pelos institutos. As pesquisas eleitorais públicas têm de ser registradas junto à Justiça Eleitoral. Maiores esclarecimentos podem ser obtidos nos TREs de cada Estado, no TSE ou nos próprios institutos de pesquisa.