Best Cars Web Site

A fábrica informa 7,7 segundos para o VR6 acelerar de 0 a 100 km/h (na Europa, 7,1 s), ganho desprezível de 0,1 s sobre o 1,8 turbo, e uma velocidade máxima de apenas 209 km/h. Além da perda considerável em relação ao VR6 alemão, que chega a 235 km/h, o novo carro fica atrás do próprio GTI turbo, que vai a 227 km/h... Difícil de entender.

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Faróis com máscara negra, rodas de 17 pol e mais elementos na cor da carroceria
distinguem por fora o GTI VR6 -- além do logotipo, aplicado apenas à traseira

O câmbio é manual com seis marchas, em clara estratégia de marketing, já que um motor de seis cilindros com essas características não precisa de mais de cinco. Em comparação ao modelo europeu, o nacional tem as três últimas marchas mais curtas, "fechando" o escalonamento, mas o diferencial mais longo. A 120 km/h em sexta são apenas 3.000 rpm, o que o deixa muito agradável no tráfego rodoviário, mas a 209 km/h o motor fica 1.000 rpm abaixo da potência máxima, indicando que algo está mesmo errado na definição das relações.

Velocidade decepciona   Durante a avaliação do Best Cars Web Site, em um trecho da estrada velha de Santos (Caminho do Mar), o Golf GTI VR6 mostrou qualidades. O motor emite um ruído agradável, típico de um seis-cilindros de aspiração natural, e permite acelerações rápidas. As retomadas também agradam, em ampla faixa de rotação em qualquer marcha, o que significa maior conforto devido à menor necessidade de reduções.

Clique para ampliar a imagem Clique para ampliar a imagem


Por dentro, o pomo do câmbio no estilo "bola de golfe" e um sistema de áudio que reúne toca-CDs e toca-fitas. Os botões no alto da foto ligam o aquecimento dos bancos, de rara utilização no Brasil, e desativam o controle de estabilidade (ESP)

O local disponível para a avaliação não permitia atingir grandes velocidades: estrada de mão dupla, com pontes estreitas, sem movimento mas aberta ao público. Mas pôde-se perceber que o carro tem fácil controle, graças à suspensão de calibração correta, aos largos pneus 225/45-17 (os mais largos já usados em um carro nacional de série) e aos sistemas eletrônicos ESP (controle de estabilidade), EDL (distribuidor de tração entre as rodas) e ASR (controle de tração). As frenagens, mesmo as de emergência, são seguras.

No interior, os bancos são revestidos em couro preto. O VR6 se diferencia pelos detalhes em vermelho (cintos de segurança, costuras dos couro do volante, da alavanca de câmbio e do freio de estacionamento). Maçanetas e detalhes do console central receberam tratamento aluminizado. Pedais e soleiras das portas são da Volkswagen Racing, dando ainda mais esportividade ao acabamento. A inscrição GTI aparece do pomo da alavanca de câmbio, que segue o formato de "bola de golfe" (tradicional no Golf GTI alemão e também usado aqui no Gol GTS), e nas soleiras das portas.
Continua

Avaliações - Página principal - e-mail

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados