Best Cars Web Site Supermotos

A Kawasaki joga pesado

A Ninja ZX-10R, sucessora da ZX-9R, e uma custom de
2.000 cm3 são seus destaques no Salão de Milão

Texto: Fabrício Samahá - Fotos: divulgação
Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Uma custom com nada menos que 2.053 cm³ em apenas dois cilindros — provavelmente a maior cilindrada unitária do mundo, embora o total seja menor que o da recém-apresentada Triumph Rocket III, de 2.294 cm³ — e a sucessora da Ninja ZX-9R serão as estrelas da Kawasaki no Salão de Milão, o mais importante do mercado de motocicletas, que acontece na cidade italiana a partir de 16 de setembro.

A Vulcan 2000 representa o topo da linha custom da marca japonesa, dentro do princípio bem aplicado por este segmento de que bigger is better (maior é melhor). Seu motor é o maior V2 de série em todos os tempos, com exatos 1.026,5 cm³ por cilindro. Cada um tem 103 mm de diâmetro e 123,2 mm de curso! Com refrigeração a água, injeção eletrônica e quatro válvulas por cilindro, sua potência e torque não são declarados, mas não resta dúvida de que sejam — como dizia de seus automóveis a Rolls-Royce — "suficientes".

O estilo é tradicional da categoria, com muitos cromados e o perfil longo e baixo, mas há modernos detalhes como os faróis, que incluem três refletores superelipsoidais para o facho baixo e um comum para o alto (os quatro permanecem acesos em facho alto), e a suspensão traseira, que imita um "rabo duro" (sem suspensão, como nas antigas Harley-Davidsons) mas na verdade é um sistema monomola. O velocímetro vai montado no tanque de 21 litros. O câmbio tem cinco marchas, com transmissão final a correia (leve e silenciosa), e o pneu traseiro possui 200 mm de seção. Continua


A Vulcan 2000: farol com três refletores superelipsoidais, transmissão com correia e um generoso motor V2 de 2.053 cm3

Motos - Página principal - e-mail

Data de publicação: 2/9/03

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados