Best Cars Web Site Supermotos

De volta aos bons tempos

A Ducati revela em Tóquio três motos conceituais
que remetem a sua época áurea, a década de 70

Texto: Fabrício Samahá - Fotos: divulgação



GT 1000: clássica e comportada, lembra motos
já em produção como modelos da Triumph

Sport 1000: formas intimidadoras que impressionam
bem mais, com o amarelo aplicado até à mola traseira
 

A década de 70 será sempre lembrada pelos amantes das motos italianas como o auge daquela indústria, o tempo de vitórias da Ducati e de outras marcas locais nas pistas e de seu sucesso nas ruas. Assim, não foi surpresa a apresentação, no Salão de Tóquio de 2001, da série especial Mike Hailwood ― homenagem ao campeão mundial de motociclismo nove vezes ― da Ducati MH 900e, com clara inspiração naquela década que deixou saudades.

Colocada à venda em edição limitada apenas pela internet, a série foi vendida rápido. Enquanto isso, a marca detectou que os visitantes de seu museu em Bolonha observavam com especial atenção os modelos produzidos entre o final dos anos 60 e o início dos 70. Este ano, para o mesmo evento no Japão, a Ducati resolveu ir mais longe: desenvolveu três modelos conceituais da linha Sport Classics, com diferentes propostas, mas todas trazendo de volta o estilo dos modelos de 30 anos atrás.

Estilo, mas não a técnica ― e é isso que as torna tão interessantes. As três se baseiam no mesmo quadro em treliça (ou não seriam Ducatis), com suspensão traseira de seção oval, um só amortecedor Öhlins do lado esquerdo, um garfo invertido e enormes discos de freio dianteiros de 320 mm, "mordidos" por pinças Brembo de quatro pistões. O motor é o de dois cilindros em "L", 992 cm3 e duas velas por cilindro, com a tradicional refrigeração a ar e a moderna injeção eletrônica, usado nas linhas Multistrada, Monster e SuperSport. Continua

Motos - Página principal - e-mail

Data de publicação: 25/10/03

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados