Dieta pelo desempenho

Clique para ampliar a imagem

A 1098, nova esportiva da italiana Ducati, desenvolve
160 cv e tem a melhor relação peso-torque da categoria

Texto: Fabrício Samahá - Fotos: divulgação

A moto de dois cilindros mais potente da produção mundial e a esportiva com melhor relação peso-torque: a Ducati 1098, sucessora da 999, chega com dois títulos de destaque para aquecer a competição entre as esportivas em torno de 1.000 cm3, que inclui feras como Honda CBR 1000 RR Fireblade, Yamaha YZF R1, Kawasaki ZX-10R e Suzuki GSX-R 1000.

No visual da nova Ducati, que não foge ao padrão da marca italiana, destacam-se os faróis com aspecto ameaçador, os retrovisores originais e os dois silenciadores sob a rabeta. Para o piloto, uma novidade é o painel todo digital com dois modos de exibição para velocímetro e conta-giros, menu com diversas funções e a indicação do tempo de volta na pista, sendo usado o lampejador de farol como botão para o cronômetro. Há mais: um sistema de análise de dados, de série, permite coletar durante a rodagem informações como velocidade, rotação, distância, temperatura do motor e abertura do acelerador, que podem ser baixadas em um computador para análise.

O motor Testastretta Evoluzione baseia-se no da 999, mas com maior diâmetro de cilindros (104 mm para um curso de pistões de apenas 64,7 mm) para chegar a 1.098 cm3, novo cabeçote e redução geral de peso de 5 kg, a transmissão incluída. Os dois cilindros em "L" produzem a potência de 160 cv a 9.750 rpm e o torque máximo de 12,5 m.kgf a 8.000 rpm, valores respeitáveis mesmo diante das concorrentes de quatro cilindros. Como a antecessora, a 1098 tem injeção eletrônica, comando de válvulas desmodrômico e câmbio de seis marchas.

O quadro também evoluiu em relação ao da 999, com maior rigidez e peso 3 kg menor, e a suspensão traseira permite o ajuste em altura sem alterar as demais regulagens. Os freios Brembo Monobloc, com pinças feitas de uma só peça de alumínio, fazem sua estréia na 1098 e têm discos de 330 mm à frente. As rodas também são mais leves e o pneu traseiro passa à medida 190/55-17 (dianteiro 120/70-17). A Ducati oferecerá uma versão básica e outra, a 1098 S, com itens para redução de peso (como rodas forjadas) e componentes especiais de suspensão, caso do amortecedor traseiro Öhlins em vez do Showa. O peso a seco da primeira é de 173 kg, e o da segunda, 171 kg.

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Página principal - Escreva-nos - Envie por e-mail

Data de publicação: 9/12/06

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados