Menu de navegação


Índice | Próxima

Em tratamento, Érika fica fora da seleção
18h58 - 12/05/98

Agência Folha
Em São Paulo

A atacante Érika Coimbra, 18, do Rexona, não foi convocada para a seleção brasileira que disputa a Copa Montreux Volley Masters (ex- BCV Cup), porque vai se submeter a uma cirurgia para correção de disfunção hormonal.

A confirmação foi feita na segunda-feira à noite pelo técnico do time curitibano e da seleção, Bernardo Rezende, o Bernardinho. ‘‘A Érika foi muito exigida nesta temporada. Disputou dois Mundiais e jogou a Superliga. Ela precisa de descanso, vai fazer a cirurgia e resolver a vida. Depois, vai brigar por vaga no Grand Prix e no Mundial’’, disse o técnico.

Érika teve contestada por outras equipes sua presença na Superliga. Melhor jogadora do Mundial infanto-juvenil, Érika foi convocada para a disputa do Mundial juvenil, na Polônia, em setembro passado. O resultado de seu exame, divulgado após a terceira rodada, indicou taxa de testosterona (hormônio masculino) acima do normal. Como o Brasil perdeu o quarto jogo (eliminatório), não foi punido pela FIVB (Federação Internacional de Vôlei). A alegação dos times brasileiros era a de que, se ela não podia disputar torneios da FIVB, também não estava apta a jogar a Superliga.

Com base em um laudo do médico do Comitê Olímpico Internacional Eduardo de Rose, a CBV bancou a atleta na competição. Sem Ana Moser e Fernanda Venturni, que terão descanso, o destaque da convocação foi Ana Paula. As demais convocadas são: Popó e Leila (MRV), Karin e Virna (Leites Nestlé), Janina, Rafaela e Fofão (Uniban), Raquel (Rexona), Gisele (BCN), Fernanda Doval (Mappin) e Ângela Moraes.

Índice | Próxima




 Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Universo Online ou do detentor do copyright.