Best Cars Web Site
Supercarros

A distribuição de peso é melhor que no Diablo: 42% à frente, 58% atrás. E os freios evoluíram: discos ventilados nas quatro rodas com pinças de quatro pistões, sistema antitravamento (ABS) e distribuição eletrônica de pressão entre os eixos (EBD). Os sistemas hidráulicos dianteiro e traseiro são totalmente independentes, sem nenhum componente em comum, para maior segurança no evento de uma pane.

O interior ganhou conforto com menor nível de ruído, mais espaço e conveniências como computador de bordo e controle automático do ar-condicionado
Clique para ampliar a imagem

As suspensões são de braços duplos sobrepostos (double wishbone) e a dianteira traz um sistema que aumenta em 45 mm a distância livre do solo, em baixa velocidade, para tráfego em pisos menos regulares. Rodas dianteiras de 8 x 18 pol recebem pneus 245/35, e as traseiras, de 13 x 18 pol, pneus 335/30, sempre Pirelli P Zero Rosso. Sistema de navegação e relação de transmissão mais curta são opcionais.

A grande expectativa, claro, era pelo desempenho. Do V12 de 6,0 litros e 550 cv do Diablo (saiba mais), passou-se a um V12 a 60 graus de 6,2 litros, com potência de 580 cv a 7.500 rpm e torque máximo de 66,3 m.kgf a 5.400 rpm. A Lambo divulga aceleração de 0 a 100 km/h em 3,9 s e velocidade máxima superior a 330 km/h: ao que parece, não teve a intenção de tentar superar o McLaren F1, ainda o mais veloz do mundo. Essa tarefa cabe ao futuro Bugatti EB 16/4 Veyron, de 1.001 cv, cuja marca também pertence ao grupo VW.

O coração do novo touro italiano: comandos e coletor de admissão variáveis, acelerador eletrônico, cárter seco e nada menos que 580 cv de potência

Por outro lado, houve ganho importante no comportamento em baixa rotação e redução no consumo e nas emissões poluentes. Afirma-se que, a 2.000 rpm, o Murciélago oferece mais torque que o ponto máximo da maioria dos supercarros atuais. Tanto os comandos de válvulas de admissão e de escapamento quanto os coletores de admissão são do tipo variável, e o acelerador é eletrônico.

O novo V12 atende às mais rígidas normas de emissões do mundo, inclusive as norte-americanas. A lubrificação por cárter seco (o reservatório de óleo não fica sob o motor), ao contrário do Diablo, permitiu montar o propulsor 50 mm mais abaixo; o câmbio possui seis marchas e embreagem de comando hidráulico.

As portas que se abrem para cima e para a frente são uma tradição Lamborghini, mas até seu ângulo de abertura e a altura da base foram modificados para facilitar o acesso

Mais confortável, moderno e ainda mais potente que o Diablo, o Murciélago reúne os requisitos para manter, por muitos anos, a posição da Lamborghini entre os fabricantes de notáveis supercarros. Um seleto grupo no qual muitos querem entrar, mas que exige uma dose de inovação e outra, essencial, de tradição.

Página principal - e-mail

© Copyright 2001 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados