Best Cars Web Site
Invasão nipônica

Toyota Celica, Mitsubishi Lancer e Nissan Skyline
entram na briga com esportivos europeus e americanos

Texto: Carlos Guimarães

Apesar da tradição das marcas européias no automobilismo internacional, os feitos conseguidos pelos japoneses nas pistas jamais poderiam ser esquecidos. As vitórias memoráveis de Ayrton Senna (de 1987 a 1992) e Nelson Piquet (em 1986 e 1987), quando ambos pilotavam carros powered by Honda, passando pelo sucesso no campeonato mundial de rali, até o recente 2º. lugar na 24 Horas de Le Mans conseguido pela Toyota, mostram que a competência nipônica em fabricar carros vencedores é inegável. Fruto de toda experiência e conhecimento adquiridos nas competições, Toyota Celica GT-S, Mitsubishi Lancer GSR Evolution VI e Nissan Skyline GT-R R34 são três samurais prontos para entrar na briga com os concorrentes europeus e americanos.

Celica: cada vez mais esportivo

O cupê da Toyota chega à sétima geração com as linhas do conceito XYR. Motor
desenvolvido em parceria com a Yamaha extrai 180 cv de 1,8 litro

A sétima geração do Celica, modelo produzido desde 1971, trouxe uma série de inovações com relação à versão anterior. O novo visual, que reproduz as formas do carro-conceito XYR (saiba mais) e abandona os estranhos faróis redondos, assemelha-se ao de esportivos da Ford, com linhas curvas e ângulos fortes em contraste, sem perder as características de um oriental. Há de se destacar que o comprimento diminuiu e a distância entre eixos foi aumentada, o que favoreceu o espaço interno.

Dirigir este esportivo passou a ser bem mais divertido. O motor 1,8-litro de 4 cilindros, desenvolvido em parceria com a Yamaha, produz 180 cv a 7.600 rpm e 18,21 m.kgf de torque a 6.800 rpm. São 100 cv/litro, conseguidos graças ao sistema de admissão e escapamento com comando variável batizado de VVTLi. Quem estiver ao volante se sentirá um verdadeiro piloto. Sim, já que a faixa ideal para dirigi-lo fica entre 6.800 rpm e 7.600 rpm, portanto num nível de rotação sempre alto.

Faróis triangulares e alongados substituem os redondos da geração anterior, conferindo ao Celica um ar de esportivo da Ford
Pensando nisso, a Toyota passou a utilizar um câmbio de 6 marchas close ratio, com pequeno espaçamento entre as marchas, e ainda, como opcional, o sistema E-shift. Com ele, as trocas são feitas com mais rapidez através de dois botões localizados no volante, como nos fórmula-1 e em alguns modelos da Ferrari, Audi e Porsche.

Nas curvas, o menor peso (1.150 kg) e a nova suspensão, com possibilidade de ajuste de cambagem e dos estabilizadores utilizados na traseira, em conjunto com rodas de 15 pol e pneus 205/55, garantem o bom desempenho. Entre os itens de segurança estão incluídos bancos com desenho próprio para proteger a cabeça e a coluna em caso de colisão, cinto de três pontos com pretensionador, bolsas infláveis laterais e frontais, além de reforços estruturais no monobloco e freios a disco nas quatro rodas, com antitravamento ABS de 4 canais e distribuição de força de frenagem eletrônica.

Pedaleira e console do Celica simulam alumínio. Suspensão com cambagem
ajustável e câmbio E-shift com comando no volante acentuam o prazer de dirigir

Num verdadeiro esportivo não poderiam faltar os bancos com revestimento em couro, assim como um bom sistema de som com oito alto-falantes e rádio/toca-fitas/CD. Mas a Toyota adotou ainda pedais e apoio para o pé esquerdo de alumínio, material simulado pelos apliques no console. Agora, só resta girar a chave e acelerar. E como...

Lancer: a sexta evolução

Um carro de rali apto a rodar pelas ruas, o Lancer Evolution VI faz de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos!

Por sua vez, a Mitsubishi conta com o Lancer GSR Evolution VI -- significando um passo à frente do Evolution V, recentemente vendido no Brasil -- para desbancar a concorrência. Tanto o visual quanto a parte mecânica e o desempenho são de um carro de rali. Basta sentir a aceleração de 0 a 100 km/h feita em apenas 4,4 segundos e dar uma olhada no imenso aerofólio com duas lâminas, nos enormes pára-choques envolventes e nas rodas com aro de 17 pol para não ter nenhuma dúvida dessa vocação para as pistas. Continua

Supercarros - Página principal - e-mail

© Copyright 1999/2000 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados