Best Cars Web Site
Filhos do vento

Corniche

Rolls-Royce Corniche, Ferrari F360 Spider e Porsche Boxster S acentuam o prazer de dirigir sem capota

Texto: Carlos Guimarães e Fabrício Samahá

Eles se proliferam no verão, charmosos, elegantes. Personagens dos filmes de James Dean, simbolizam a rebeldia em forma de velocidade e cabelos esvoaçantes. Já no clássico "500 milhas", estrelado por Paul Newman, a idéia F360 Spideré o romantismo de flutuar no asfalto sentindo o vento no rosto.

A magia dos conversíveis sempre estará presente nos sonhos de muitos. Quem não gostaria de descer uma serra litorânea em um domingo de sol, vendo o mar como parte da paisagem, deixando a sonoplastia por conta do ronco do motor ou pelas melodias de uma música agradável? Para os que precisam de fontes de inspiração, apresentamos três sugestões: Rolls-Royce Corniche, Ferrari 360 Spider e Porsche Boxster S. Aperte o cinto, abaixe a capota e.. desfrute!

Rolls-Royce Corniche : o rei dos conversíveis

Lançado no Salão de Detroit deste ano (saiba mais), a nova geração do luxuoso Corniche talvez seja o último modelo da marca inglesa feito à mão pelos artesãos de Crewe, Inglaterra. Em 2003, a BMW passa a ter o controle da Rolls-Royce, hoje ainda sob o comando da Volkswagen. Se nos modelos anteriores o luxo, a tradição e a qualidade já eram incontestáveis, neste conversível os ingleses chegaram à perfeição.

O novo Corniche custará US$ 360 mil nos EUA -- o preço de conforto, qualidade e tradição incontestáveis
Apenas 250 unidades serão vendidas em todo o mundo, ao preço de US$ 360 mil nos EUA. Provavelmente serão disputadas por colecionadores e amantes da marca dona de um símbolo dos mais famosos do mundo em se tratando de automóveis: o Spirit of Ecstasy, ou espírito do êxtase.

As linhas clássicas são o resultado do que de melhor os 96 anos de história da marca inglesa podem contar. Sobriedade, distinção e personalidade imperam. Como não poderia deixar de ser, os desenhistas chefiados por Graham Hull mantiveram a frente de quatro faróis, o longo capô e os cromados típicos.

Linhas assemelham-se às do sedã Silver Seraph, com grade e traseira que remetem
a Rolls clássicos. O motor volta a ser o V8 de 6,75 litros, com 325 cv e torque abundante

Por dentro, muito mais do que apenas o conforto de um conversível de quatro lugares com 5,34 metros de comprimento. O espetáculo de luxo e sofisticação é digno da nobreza de reis e rainhas. Os bancos são revestidos em couro Collony costurados a mão e os cintos dianteiros trazem ancoragem integrada à estrutura, facilitando o manuseio e proporcionando mais segurança. Os carpetes Wilton, o charme dos detalhes em raiz de nogueira, a instrumentação completa e a eficiência do ar-condicionado eletrônico -- para quando for preciso erguer a capota -- completam as suntuosas características do interior da nova edição do Corniche.

Aberto o capô, uma obra-prima do passado mantém-se em atividade. Trata-se do veterano V8 de 6,75 litros, que retorna também na linha Bentley com o Arnage Red Label (saiba mais). Sobrealimentado, é capaz de produzir 325 cv de potência e um torque generoso de 75,3 kgf.m a 2.100 rpm. Para compor o trem-de-força, os ingleses escolheram um câmbio automático de quatro marchas que se adapta ao estilo de dirigir do motorista.

Revestimentos em couro Connoly, carpetes Wilton, detalhes em raiz de nogueira: suntuoso como convém a um carro de majestades

O conforto ao rodar é garantido pela suspensão com controle eletroidráulico e pelas belas rodas cromadas de aro 17 pol, calçadas por pneus com faixa-branca. O desempenho não é prioridade, uma vez que a palavra de ordem é suavidade. Mesmo assim, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em oito segundos e velocidade máxima chega a 217 km/h, o bastante para atender aos que dão interpretação mais esportiva ao Spirit of Ecstasy. Continua

Supercarros - Página principal - e-mail

© Copyright 2000 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados