Best Cars Web Site
Diversão a céu aberto

Honda S2000

TT, S2000, MGF e Z3: a descontração dos
novos
roadsters do mercado mundial

Texto: Fabrício Samahá

As ruas estão cada vez mais congestionadas, as cidades mais violentas, o ar mais poluído, mas o carisma dos roadsters parece fazer desse tipo de automóvel algo eterno. O carro nasceu sem capota; assim, nada mais natural do que manter em produção modelos esportivos a céu aberto, para a alegria dos que podem levá-los a uma agradável estrada de serra para passeios -- às vezes bastante rápidos -- de fim de tarde.

O segmento dos roadsters foi praticamente recriado pelo Mazda MX5 Miata (à direita), estrondoso sucesso lançado em 1989 que já ocupa a segunda posição entre os esportivos mais vendidos da história do automóvel, com 500.000 unidades. Nos últimos anos ganhou novo ímpeto com o lançamento de três jóias alemãs: Mercedes SLK, Porsche Boxster (leia a avaliação) e BMW Z3.

Este último acaba de passar por uma reestilização, ao mesmo tempo em que uma quarta marca germânica de prestígio -- a Audi -- coloca no mercado seu TT Roadster. A eles se une o Honda S2000, símbolo de eficiência mecânica com um motor 2-litros de 240 cv. Para este artigo de muito charme adicionamos o inglês Rover MGF Super Sports, por enquanto um carro-conceito. Venha conosco.

Audi TT: dos salões para as ruas
Nascido de uma proposta dos projetistas da Audi, frente e traseira do TT quase se confundem

As versões cupê e roadster do TT nasceram de uma proposta ousada de projetistas da Audi, que em 1995 desenharam os modelos apenas para exposição em salões do automóvel. A boa receptividade do público levou a marca a produzi-los, começando pelo cupê (lançado em Paris em 1998) e chegando, em março último, ao roadster.

Acabamento interno é chamado "luva de bêisebol" pela marca. O mais potente dos motores 1,8 turbo tem 225 cv e leva-o a 237 km/h!

Também desenvolvido sobre uma plataforma comum ao Golf, Audi A3 e novo Fusca, só que reduzida em 8 cm entre eixos, o TT Roadster mantém o estilo do modelo fechado: frente e traseira de formas similares, pára-choques imperceptíveis e arcos de pára-lamas destacados. Internamente, componentes em alumínio, aplicação de Alcântara e couro com costura aparente compõem um acabamento muito pessoal, que a Audi denomina baseball glove (luva de bêisebol). O roadster é 70 kg mais pesado que o cupê em função de reforços estruturais, incluindo dois arcos de proteção anticapotamento atrás dos encostos de cabeça. A capota tem acionamento elétrico.
Arcos protegem os ocupantes em caso de capotamento e o acelerador tem acionamento eletrônico
As características mecânicas permanecem: dois motores de 1,8 litro, 20 válvulas e turbocompressor, derivados do que equipa A3 e A4. A primeira versão desenvolve 180 cv, tem câmbio de 5 marchas e tração dianteira, embora um sistema integral esteja previsto. A mais brava entrega 225 cv às quatro rodas, de 17 pol com pneus 225/45, através de um câmbio de 6 marchas. A marca anuncia 0 a 100 km/h em 6,7 segundos (7,7 na menos potente) e velocidade máxima de 237 km/h (ante 223 km/h). O acelerador utiliza comando eletrônico, para respostas mais rápidas, e o torque máximo de 28,5 m.kgf é constante de 2.200 a 5.500 rpm.

Supercarros - Página principal - e-mail

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados