Avaliação


PLYMOUTH PROWLER

Andamos no hot rod moderno que torce
pescoços até nas ruas norte-americanas
 


Texto: Fabrício Samahá



De quem criou o Viper como carro-conceito e o colocou nas ruas era possível esperar tudo. Mas a Chrysler novamente surpreendeu. Mesclando o estilo dos hot rods dos anos 30 -- versões esportivas que os proprietários elaboravam nos sedãs da época -- com moderna tecnologia, descobriu um novo nicho de mercado e lançou em 1996 (três anos após sua apresentação como conceito em Detroit), pela divisão Plymouth, o Prowler, um dos carros mais curiosos da atualidade. O modelo veio ao Brasil, para exposição no Salão de Automóvel, e foi dirigido pelo Best Cars na pista de provas da Pirelli, em Sumaré, SP.

Construído sobre um chassi de alumínio, mesmo material utilizado na árvore de transmissão e nos discos de freio traseiros, o Prowler é um conversível de dois lugares com capô longo, também de alumínio, assim como portas e tampa traseira. Suas formas lembram as de um felino preparando o bote, razão da denominação que em inglês significa "espreitador". Os pára-lamas dianteiros acompanham o movimento das rodas e os avançados faróis superelipsoidais dão o toque exato de contraste. A cor púrpura, de início a única disponível, agora divide o catálogo com o não menos chamativo amarelo.


Aberta a capota manual, um interior luxuoso e com toques nostálgicos como o conta-giros na coluna de direção


O interior tem ar moderno e sofisticado, com bancos em couro. O conta-giros na coluna de direção dá o estilo nostálgico e é completado por cinco instrumentos na parte central do painel. Da posição de dirigir, baixa, não se vê sequer o capô. Dada a partida, ronca um motor V6 de 3,5 litros e 24 válvulas. Os atuais modelos desenvolvem 253 cv a 6.400 rpm, mas o carro testado utilizava o motor da linha '97, de 214 cv a 5.850 rpm. O suficiente para levá-lo de 0 a 100 km/h em menos de 8 segundos e para atingir a velocidade máxima (limitada) de 180 km/h.


Posição de dirigir baixa, ronco agressivo, estabilidade excelente: esportivo em seu sentido mais puro


O câmbio Autostick de quatro marchas, montado na traseira, funciona como automático ou manual, com trocas sequenciais, ao gosto do motorista. A suspensão dianteira utiliza braços superior e inferior, com mola interna acionada por haste e balancim, sistema não distante do empregado nas Fórmulas 1 e Indy. A traseira é multibraço de alumínio e contribui para uma estabilidade excepcional. Atrás as rodas são de 20 pol. com pneus 295/40, as maiores da produção mundial hoje (dianteiras de 17 pol.). Não há estepe, porque as rodas têm diâmetros muito diferentes e pela própria impossibilidade de alojá-lo no pseudo-porta-malas -- um espaço de apenas 50 litros na traseira. Para substituí-lo, os pneus Goodyear de mobilidade estendida podem rodar até 80 quilômetros a 90 km/h totalmente vazios.


A versão avaliada tem menor potência que a atual, mas faz de 0 a 100 km/h em menos de oito segundos


A Chrysler não pretende importar o Prowler, tanto pelo mercado restrito (que inviabiliza a criação de estoque de componentes e assistência técnica) quanto pela dificuldade em utilizá-lo no Brasil. A frente fica a apenas 11 cm do solo, prevendo danos em lombadas e valetas, e até o contagiante som dos escapamentos teria de ser reduzido para atender a nossa legislação. Só para referência, seu preço aqui giraria em torno dos US$ 70 mil. Ao que parece, a exclusiva sensação de dirigir um hot rod às vésperas do século 21 continuará privilégio de poucos.


FICHA TÉCNICA


MOTOR
- Longitudinal, 6 cilindros em V; comando no cabeçote, 24 válvulas. Cilindrada: 3.518 cm3. Taxa de compressão: 9,6:1. Potência máxima: 253 cv a 6.400 rpm. Torque máximo: 35,3 mkgf a 3.950 rpm. Injeção multiponto.

CÂMBIO - manual-automático, 4 marchas; tração traseira.

FREIOS - dianteiros e traseiros a disco ventilado.

DIREÇÃO - de pinhão e cremalheira; assistência hidráulica.

SUSPENSÃO - dianteira, independente, braços triangulares superior e inferior, com estabilizador; traseira, multibraço, com estabilizador.

RODAS - dianteiras, 7 x 17 pol.; pneus, 225/45 R 17; traseiras, 10 x 20 pol.; pneus, 295/40 R 20.

DIMENSÕES - comprimento, 4,199 m; largura, 1,943 m; altura, 1,293 m; entre-eixos, 2,878 m; capacidade do tanque, 46 l; porta-malas, 50 l; peso, 1.270 kg.

DESEMPENHO - velocidade máxima, 190 km/h; aceleração 0-100 km/h, 5,9 s; consumo médio, 8,4 km/l.

(dados de fábrica para o atual modelo vendido nos EUA)


Volta à lista de avaliações

Volta à página principal


© Copyright 1998 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados