Best Cars Web Site Pára-brisa

O passado está de volta. E o futuro...

Chrysler PT Cruiser

Num mundo de carros cada vez mais parecidos, a
onda "retrô" parece mesmo ter lugar garantido

por Luiz Alberto Pandini

Luiz Alberto PandiniDia 23 de setembro o Best Cars Web Site trouxe, em primeira mão, a avaliação do novo Palio. Tive uma estranha sensação de já conhecer aquelas linhas ao ver a foto de abertura, mas dei apenas uma espiada nas fotos antes de começar a ler a reportagem.

Encerrada a leitura, passei a observar mais atentamente o novo desenho -- e em poucos segundos e matei a charada. "Mas ficou muito parecido com o Gol!" O novo logotipo da Fiat (redondo, o mesmo formato da "bolacha" da VW) reforçou ainda mais essa semelhança.

Ressalto que isso não configura qualquer demérito ao estilo do novo Palio. Ele não é o primeiro modelo a ficar parecido com outro -- nem será o último. Acho até que ficou muito bonito, embora eu continue considerando o desenho anterior (principalmente da dianteira) mais marcante e original. Mas é inegável a semelhança com o Gol (principalmente) e até com carros de faixas de preço diferentes, como o Astra.

Essa tendência já era prevista há muitos anos. Avaliava-se que "no futuro" (ou seja, por volta do ano 2000...) os carros seriam cada vez mais parecidos. Mas minha impressão é de que a originalidade das formas está virando um artigo em extinção. Talvez isso ocorra porque chegou-se à conclusão de que determinadas formas são mais aerodinâmicas, mais práticas do ponto de vista industrial ou outra coisa qualquer.

Mas, observando melhor, vê-se que os carros mais semelhantes aos concorrentes estão na faixa dos compactos. É mais difícil encontrar tais semelhanças, por exemplo, entre sedãs de médio porte -- embora elas também existam.

Acredito (não sou nenhum especialista no assunto para afirmar) que o desenho de automóveis chegou, de certa forma, a um "limite evolutivo". Contribuiu para isso a crescente influência da aerodinâmica na definição das formas de um automóvel (não é para menos: ela está diretamente ligada ao desempenho e ao consumo de combustível). E, nos últimos anos, somou-se o fato de os grandes fabricantes usarem plataformas comuns para fazer modelos de diversas marcas.Ford Thunderbird 2002
Dessa maneira, alguns carros vendidos como produtos distintos diferem entre si apenas por detalhes estilísticos -- é o que acontece, por exemplo, com o VW Polo Classic e o Seat Cordoba, para citar apenas dois modelos vendidos no Brasil.

Mas o que mais me intriga é a quantidade de lançamentos que são levemente -- ou claramente -- inspirados em modelos do passado: Chrysler PT Cruiser (foto no alto), VW New Beetle, BMW Mini, Ford Thunderbird... Essa "onda retrô" deixa transparecer que toda a inspiração dos estilistas está sendo alimentada pelas formas bem-sucedidas no passado. Até mesm