Sem ruído, mas com presença

Clique para ampliar a imagem

A energia elétrica ganha espaço na propulsão veicular
e agora chega a um interessante scooter, o Motor-Z

Texto: Bob Sharp - Fotos: Wagner Menezes e divulgação

A Motor-Z, nova empresa do grupo nacional Zeppini, fundado há mais de 50 anos e especializado na área metalúrgica, de energia e indústria mecânica, surpreende e lança um scooter com motor elétrico, alimentado por baterias iguais às de automóveis, do tipo chamado ácido-chumbo. O Best Cars esteve no lançamento do Motor-Z, produzido na China. Trazido desmontado (CKD) para o Brasil, é montado em São Bernardo do Campo, SP. Passa a impressão de ser bem construído e seu desenho é muito atraente.

Há três modelos: o S500 (avaliado); o V500 ("V" de vintage), com estilo dos scooters dos anos 50; e o S800, mais complexo e elaborado. O número de três dígitos indica a potência do motor elétrico em watts. Assim, 500 watts são 0,68 cv, e 800 watts, 1,09 cv (1 cv = 735,5 watts). O motor de corrente contínua sem escovas fica no cubo da roda traseira e proporciona uma transmissão direta. Sua rotação máxima é de 500 rpm e puxa uma corrente de até 30 ampères. As quatro baterias seladas de 12 volts cada, ligadas em série (positivo de uma com o negativo de outra), somam 48 volts e têm 20 ampères.hora de capacidade. Ficam sob o compartimento de bagagem debaixo do banco.

Clique para ampliar a imagem

O S500: agilidade e silêncio de operação

Os preços sugeridos são R$ 3,6 mil para o S500, R$ 3,9 mil o V500 e R$ 4,5 mil o topo de linha S800, prejudicados pela alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de 35%, ante 15% para motociclos com motor de até 50 cm3. De qualquer modo, a Motor-Z deverá se dar muito bem. Os scooters são produzidos em cinco cores (azul, vermelho-alaranjado, amarelo, prata e preto), a rede já tem 12 revendedores na Grande São Paulo e a garantia é de seis meses sem limite de quilometragem.

O S500 pesa apenas 77 kg, baterias incluídas (sozinhas pesam 25 kg), mas é previsto para um só ocupante, com 75 kg de peso-referência. O veículo atinge 40 km/h e é capaz de superar rampas de 15%, segundo o fabricante. Tem 1,26 metro de distância entre eixos, apropriada ao porte do veículo.

Como anda   Nada mais simples: liga-se a corrente elétrica pela chave localizada na parte de trás do anteparo e acelera-se pelo punho direito giratório, na verdade um reostato. A mesma chave aciona a trava de direção, como em outros veículos de duas rodas.

Ao acelerar, ouve-se apenas um leve silvo de origem elétrica, já que não existe engrenagem entre o motor e a roda. Os freios a tambor são acionados por manetes no lado esquerdo e direito (traseiro e dianteiro, na ordem) e quando em frenagem a corrente para o motor é cortada, mesmo que se acelere. Os pneus 3,50-10 são adequados e boa inclinação é possível. No V500 e no S500 a suspensão dianteira é por braço arrastado duplo (como na Vespa, só que era de braço único no lado esquerdo), enquanto no S800 é o tradicional garfo telescópico. A suspensão traseira é comum aos três modelos: braço oscilante longitudinal com dois pares de mola e amortecedor concêntricos.

Clique para ampliar a imagem

Motor mais potente e visual diferente no S800

Há um botão de buzina de cada lado do guidão, importante num veículo tão silencioso. O farol traz lâmpada bi-iodo. O scooter tem autonomia de 40 quilômetros e a carga da bateria pode ser observada em um mostrador. Para carregar, liga-se um retificador à corrente residencial de 110 ou 220 volts. Com baterias completamente descarregadas o tempo de recarga chega a oito horas. A vida útil das baterias é de 300 ciclos de descarga-carga. Há um amplo porta-objetos sem tampa na parte de trás do anteparo.

Clique para ampliar a imagem

O V500 tem estilo nostálgico, que lembra os anos 50

Um scooter elétrico é uma nova proposta que encontra sentido nos que gostam de veículos de duas rodas, mas não fazem questão de desempenho, e para quem quer rodar por perto com máxima facilidade de condução e praticidade. Ou para quem quer dar sua parcela de contribuição para limitar o aquecimento do planeta, pois veículos elétricos são chamados de emissões zero.

Página principal - Escreva-nos - Envie por e-mail

Data de publicação: 7/3/07

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados