Best Cars Web Site Consultório Técnico

por Fabrício Samahá


Tração traseira ou dianteira:
vantagens e desvantagens


Este é o melhor site sobre carros que eu já vi, principalmente no que se refere às dúvidas sobre mecânica em geral. As respostas são claras e fáceis de se entender. Sempre consulto para ver se há novas perguntas e respostas, e sempre aprendo coisas novas.

Quais as vantagens e desvantagens nos carros com tração traseira e nos de tração dianteira? Por que quase não se encontram mais carros de tração traseira? Por que os fabricantes têm dado preferência à fabricação de carros de passeio com tração dianteira, deixando a algumas picapes o uso da tração traseira? Já tive Chevette e Fusca, e esses carros se comportavam muito bem em estradas de terra (nas quais ando com muita freqüência quando vou a um sítio) e não sinto tanta segurança quanto aos de tração dianteira.

Ronald Strobel Crusius
São Paulo, SP
ronald@cy.com.br


Motoristas que dirigem em estradas sem pavimento, principalmente se houver subidas e o carro estiver carregado, realmente apreciam a tração traseira, Ronaldo. Isso se explica pelo deslocamento de peso do veículo para trás em movimento, que acentua a aderência
das rodas motrizes, enquanto a reduz em modelos de tração dianteira. Quanto mais íngreme a subida e mais carregado o veículo, maior a vantagem da tração traseira.

Existem outras vantagens importantes nessa configuração. Pela mesma razão -- deslocamento do peso --, a tração traseira permite transmitir melhor uma potência elevada em acelerações, sendo por isso a preferida em modelos esportivos e de competição.

A divisão de tarefas entre os eixos também é conveniente, gerando desgaste mais equilibrado entre os quatro pneus e facilitando a saída em terreno de baixa aderência com o volante esterçado. Finalmente, a ausência de transmissão nas rodas dianteiras permite um maior esterçamento da direção, o que explica o reduzido diâmetro de giro desses modelos -- no Omega brasileiro, por exemplo, era similar ao de um Uno, apesar do comprimento 1,1 metro maior.

Mas nem tudo é vantagem. O emprego de motor dianteiro e tração traseira requer o uso de árvore de transmissão (cardã), que representa maior peso e menor espaço interno, pois passa sob o assoalho. Também amplia as perdas na transmissão, com reflexo no desempenho e consumo. Como em modelos de reduzida potência
as vantagens citadas no parágrafo anterior são menos evidentes, a tração dianteira vem tomando conta dos carros pequenos e médios no mundo todo.

Em relação ao comportamento dinâmico, o peso concentrado à frente e as rodas dianteiras motrizes ajudam a gerar tendência subesterçante em curvas, ou seja, a sair de frente. Este é o comportamento de mais fácil correção pelo motorista de habilidade mediana, pois em geral basta aliviar o acelerador e girar mais o volante para retomar a trajetória.

Já os carros de tração traseira, em regra (explica-se o destaque: certos modelos, como o BMW Série 3, adotam características de suspensão que compensam esta tendência), apresentam comportamento sobresterçante (saindo de traseira) quando se acelera em curva e, às vezes, em curvas tomadas em velocidade constante.

O motorista deve então acelerar mais e girar o volante para fora da curva -- o chamado contra-esterço --, reação que a maioria não sabe ou não consegue, em uma situação de emergência, tomar. Por outro lado, é o comportamento preferido dos pilotos de competição, pois facilita efetuar curvas fechadas. Mais uma razão para que a tração traseira mantenha a preferência de muitos.

Página principal - e-mail

© Copyright 2000 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados