Consultório de Preparação


por Iran Cartaxo


Turbo a 1,5 kg/cm2 e dois Weber 40 no Voyage 1,8!


Acabei de encontrar essa página e ela já me surpreendeu! Parabéns mesmo! Tenho um Voyage 1.8 GL originalmente a gasolina e que está andando com álcool, com um carburador 2E apenas com o segundo estágio mecânico. O comando é original. Ele está com um kit turbo com 1,5 bar e estou querendo fazer algo melhor, como dois carburadores deitados Weber 40. Mas para colocar isso teria de colocar pistões forjados e tudo mais, certo? Pensei em colocar intercooler e comando, mas não sei muito sobre eles. Quanto ao consumo, está em 6 km/l andando normal e 4 km/l pisando. Falaram que com os Weber e um bico injetor regulado gastaria menos. Isso confere? O que eu poderia fazer paro carro ficar bom sem perder tanto a marcha-lenta, pois o uso todos os dias no trânsito de São Paulo?

Alessandro Bottmann Orlando
aorlando@usa.net

São Paulo, SP


A preparação de seu carro está muito equilibrada e segue a receita mais recomendada para esta configuração (clique aqui para saber mais). Parabéns a seu preparador. O único pecado é não ter um intercooler completando o kit, o que só traria vantagens: aumentaria o desempenho, protegeria o motor e permitiria uma regulagem mais econômica.

A troca do carburador atual pelos Weber 40 horizontais vai fazer de seu carro um verdadeiro foguete. E mais uma vez você está certo, Alessandro: para o nível de potência a ser atingido é efetivamente recomendada a substituição dos pistões e bielas por peças mais resistentes (podem ser forjadas), bem como o reforço de toda a parte interna do motor, afim de evitar quebras ou desgaste excessivo do motor e de manter sua vida útil em parâmetros aceitáveis.

As curvas de potência (as mais altas) e de torque estimadas para o Voyage do leitor como está hoje (em azul), com turbo e intercooler a 1,5 kg/cm2 (em verde) e com dois carburadores Weber 40, turbo e intercooler a 1,5 kg/cm2 (em vermelho)

Clique aqui para ver as curvas de potência e torque ampliadas


O comando original funciona bem com a configuração atual. Por privilegiar o torque em baixa rotação, minimiza o efeito de tranco quando da entrada em funcionamento da turbina, além de melhorar a dirigibilidade no trânsito. Os Weber 40 aconselham a colocação de um comando que permita respirar melhor em alta. Há no mercado comandos próprios para carros turbinados, com cruzamento não muito grande -- em geral cerca de 280o de duração na abertura das válvulas --, mas com um levantamento de válvulas (lift) maior que o dos comandos apropriados para carros aspirados. Pode-se manter o comando original com os Weber 40 quando o carro é turbinado, com vistas a uma melhor dirigibilidade em baixas rotações, mas você deve avaliar se o comportamento do carro lhe será agradável.

O intercooler é um resfriador ar-ar, ou seja, circula internamente o ar comprimido do turbo, trocando calor com o ar atmosférico (que circula externamente) e com isso resfriando o ar a ser admitido pelo motor. O uso do intercooler em seu carro só trará vantagens, ajudando a evitar a detonação e aumentando a potência: a quantidade de ar admitida será maior, pois este estará mais denso por estar mais frio. Logo se vê a necessidade de nova regulagem do motor quando se coloca o intecooler, pois é preciso ajustar a mistura e a curva de ignição às novas condições. Neste reajuste da curva de ignição é que se pode deixar o carro mais econômico, pois como o risco de detonação é menor, pode-se regular um avanço maior, o que reduz o consumo e aumenta ainda mais a potência.

O uso de uma caixa de gerenciamento de injeção e ignição, aliada a um bico injetor, em um carro carburado é um capítulo a parte. Estas caixas em geral são acionadas por um pressostato e só entram em funcionamento quando o turbo já está atuando. A caixa injeta combustível extra através do bico injetor, e procede a um atraso na curva de ponto de ignição. Isso permite adotar nos carburadores e na curva de ignição uma regulagem que reduza o consumo quando o turbo não estiver funcionando (a maior parte do tempo em trânsito lento). Quando o turbo passa a atuar, a caixa de ignição efetua as mudanças necessárias na regulagem, ficando assim o funcionamento otimizado nos dois regimes e permitindo um consumo menor. Mas os dois Weber 40 vão certamente aumentar o consumo e, mesmo com o uso da caixa de gerenciamento, pode-se não mais conseguir a média atual. Entra aí, mais o que nunca, a habilidade do preparador na regulagem.

Simulamos as seguintes preparações para seu carro:

- condição atual: o carro a gasolina original, funcionando com álcool, com turbo à pressão de 1,5 kg/cm2;

- turbo e intercooler com pressão de 1,5 kg/cm2 no motor atual;

- turbo e intercooler com pressão de 1,5 kg/cm2, dois Weber 40 horizontais e os devidos reforços no motor.

Observe o desempenho estimado:

  Atual Turbo e intercooler Weber, turbo e intercooler
Potência máxima 195 cv 211 cv 306 cv
Rotação de potência máxima 5150 rpm 5150 rpm 6200 rpm
Velocidade máxima 219 km/h 225 km/h 254 km/h
Rotação à velocidade máxima 5615 rpm 5770 rpm 6530 rpm
Aceleração de 0 a 100 km/h 5,9 s 5,5 s 4,0 s
Torque máximo 32,9 mkgf 35,6 mkgf 35,5 mkgf
Rotação de torque máximo 2850 rpm 2850 rpm 3450 rpm
Alongamento recomendado
na relação de transmissão
9,2 % 12,2 % 5,4 %
Aumento recomendado na
injeção de combustível
125,0 % 125,0 % 125,0 %
Aceleração longitudinal
no interior do veículo
1,05 g 1,14 g 1,65 g
A margem de erro é de 5% (para cima ou para baixo), considerando-se instalação bem-feita. Calculamos a aceleração de 0 a 100 km/h e a aceleração longitudinal máxima (sentida no interior do automóvel) a partir da eficiência de transmissão de potência ao solo do carro original. Para atingir os resultados estimados pode ser necessária a recalibragem da suspensão, reforços no monobloco e/ou o emprego de pneus mais largos. A velocidade máxima estimada só será atingida com o ajuste recomendado da relação final de transmissão. Os resultados de velocidade são para velocidade real, sem considerar eventual erro do velocímetro. A rotação à velocidade máxima é calculada considerando a relação atual de transmissão.
Algoritmo de simulação de preparação de motores desenvolvido pelo consultor
Iran Cartaxo, de Brasília, DF.


Para chegar ao desempenho atual de seu carro, adotando os Weber 40 e o intercooler, bastaria uma pressão de 0,65 kg/cm². Como se vê, a troca do carburador e o emprego do trocador de calor fazem muita diferença.

Com o veneno mais bravo será preciso rever os freios, pneus, suspensão e câmbio, o que acreditamos que você já tenha feito. Com isto, para seu Voyage voar, só faltarão as asas -- ou uma injeção de nitro...



Volta ao Consultório de Preparação

Volta à página principal


© Copyright 1998/1999 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados