Consultório de Preparação


por Iran Cartaxo


Renault Mégane com turbo ou nitro vai a 220 km/h


Ganhei um Renault Mégane Hatch 2.0 e gostaria de deixá-lo mais potente. Valeria a pena colocar um turbo? Ou apenas "mexendo" no motor já poderia atingir bons resultados?

Júlio César Fernandes
bolsa@matrix.com.br



Gostaria de melhorar o rendimento de meu Renault Mégane RXE. Seria possível a troca do chip da injeção? Se possível, qual seria a porcentagem de melhora? Qual seu custo? Turbo seria outra opção? Aceito também outras opções de preparação.

Ovídio Júnior
adrbsandoval@netsite.com.br


A maior dificuldade a enfrentar é a de encontrar preparadores capacitados e peças para preparar o Mégane, carro importado ainda recente e que, pela potência satisfatória, gera pouca procura por veneno. Mas uma boa loja de preparação está capacitada a realizar qualquer serviço e poderá ajudar.

As curvas de potência (as mais altas) e de torque estimadas para o Megáne 2-litros original (em azul), com óxido nitroso (em verde) e com turbo a 0,6 kg/cm2 (em vermelho)

Clique aqui para ver as curvas de potência e torque ampliadas


A melhor opção de veneno, quando se possui um carro para o qual não há desenvolvimento de preparações, é com certeza o óxido nitroso. Não que o nitro seja um bom veneno para uso de rua, mas sua simplicidade e facilidade de aplicação é tamanha, que acaba se tornando uma alternativa viável para carros com dificuldades de preparação.

O óxido nitroso é um meio de sobrealimentação: o gás, composto por oxigênio e nitrogênio, quando injetado nos cilindros permite a queima de uma quantidade muito maior de combustível (em função do oxigênio liberado). Ainda resfria a câmara de combustão, por causa da súbita despressurização do gás, que reduz a sua temperatura, e da reação do nitrogênio, que consome calor. O kit nitro é basicamente composto por:

- um cilindro de gás (óxido nitroso) para ser injetado nos cilindros junto à mistura e ao combustível extra;
- dutos para conduzir o gás e o combustível;
- bicos injetores, instalados em posição conveniente -- em geral no coletor de admissão -- levando em conta a formação da mistura e a reação do gás;
- válvulas para controlar a injeção e reduzir a pressão do gás.

Apesar de parecer complicada, a instalação de um turbocompressor é mais simples que a de um veneno aspirado com ganho de potência equivalente, pelo que pode consistir em boa opção para este caso. Será necessário, porém, recorrer a uma oficina de preparação bem aparelhada, capaz de desenvolver o kit turbo (e obter o coletor de escapamento adequado), além de realizar o remapeamento que ajustará a injeção e ignição às novas condições de funcionamento.

Simulamos as seguintes preparações tomando como base o Mégane Hatch, cujo desempenho é muito próximo ao do Sedan:

- óxido nitroso com 4 injetores de óxido nitroso de 0,015 pol. e 4 injetores extras de combustível de 0,020 pol., um par para cada cilindro; custo estimado de R$ 750;

- turbo
com pressão de 0,6 kg/cm2 e intercooler; custo estimado de R$ 2.200.

Observem o desempenho estimado:

  Original Óxido nitroso Turbo a 0,6 kg/cm2
Potência máxima 115 cv 186 cv 193 cv
Rotação de potência máxima 5400 rpm 5400 rpm 5400 rpm
Velocidade máxima 186 km/h 218