Data de publicação: 25/2/12

Moto, álcool e jegue

Diante da epidemia de acidentes com motociclistas, surge a proposta
absurda de exigir habilitação de quem quiser comprar uma moto

por Geraldo Tite Simões

Recentemente a Rede Globo dedicou um amplo espaço no programa dominical Fantástico  para mostrar um Brasil que pouca gente conhece. Nesse Brasil as leis são mais flexíveis e muitas vezes nem há lei ou, quando há, é diferente do resto do País.

Já faz pelo menos 15 anos que os números mostram um crescimento desproporcional da venda de motos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste em relação ao restante do Brasil. Parece que só as autoridades não perceberam — e quando perceberam, para variar, já foi tarde demais. O resultado é um quadro desesperador de saúde pública: mais de 60% dos leitos em hospitais estão ocupados por motociclistas. Comerciantes inescrupulosos vendem motos de 50 cm³ com o pretexto de não necessitar habilitação nem capacete e, absurdo dos absurdos, em algumas cidades é proibido usar capacete!

Esses dados não me assustam. O que me deixa impressionado é ver pessoas que tratam desse assunto como se fosse uma grande novidade. Essa carnificina tutelada pelo Estado começou há mais de uma década e a tendência é piorar, em paralelo ao crescimento do mercado, que abordei na coluna anterior. Se a previsão de chegarmos a cinco milhões de motos em 2020 se confirmar, sem a devida atenção à educação de trânsito, vamos presenciar uma tragédia nacional.

O que ficou mais evidente na reportagem do Fantástico  foram a absoluta falta de fiscalização e o decadente trabalho do setor político em fazer vistas grossas a esses números. Em um raríssimo momento de sensatez na TV, um policial afirmou claramente: “Quando apreendemos as motos por falta de documento, capacete ou embriaguez, o prefeito manda soltar”. Esse policial merecia uma medalha! O voto está valendo mais do que a vida, mas os prefeitos precisam lembrar: eleitor morto não conta!

Metade sem habilitação
Agora tramita um projeto de lei que exigirá habilitação para quem quiser comprar moto. Esse projeto tem como princípio a observação assustadora de que mais de 50% dos motociclistas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste não são habilitados. Só faltou pesquisar o motivo dessa estatística: habilitação de moto no Brasil é cara e complexa em excesso. E, como ficou provado na reportagem da TV Globo, não é por falta de habilidade que os motociclistas se acidentam, mas sim por falta de responsabilidade — conceito que não se ensina em moto-escola.

Se tal lei for aprovada, o Brasil será o primeiro país do mundo a exigir habilitação para comprar um veículo. Nenhum outro veículo requer habilitação para adquirir, seja avião, helicóptero, barco, caminhão, carro ou moto aquática — nenhum veículo motorizado. O que se exige, claro, é habilitação adequada para cada tipo, cabendo então às autoridades de trânsito verificar se os condutores a possuem. Então, a exigência aos motociclistas configura um explícito caso de preconceito e ignorância no assunto. Como nesse misterioso país do avesso tudo funciona ao contrário, em vez de ensinar é melhor proibir.

Além disso, ficou óbvio que a mistura de álcool com motocicleta está gerando esse quadro de epidemia. Se as prefeituras e autoridades de trânsito não fiscalizarem de forma rigorosa, tais números só vão aumentar em proporção ao crescimento do mercado. Também não é novidade que as motos substituíram a tração animal, nem que jegues estão soltos como cães vira-latas. E não há solução para esse novo problema que surgiu na garupa do crescimento das motos.

Mas o jegue, que hoje é um problema de saúde pública, pode ser uma solução. Já que muitos motociclistas dispensam — ou não podem — tirar habilitação e querem continuar ingerindo bebida alcoólica, a receita pode ser voltar à Idade Média. Afinal, como se sabe há séculos, cavalo de bêbado sabe o caminho de casa.

Se a lei for aprovada, o Brasil será o primeiro país do mundo a exigir habilitação para comprar um veículo
   
blog comments powered by Disqus

Colunas - Página principal - Envie por e-mail

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados - Política de privacidade