Best Cars Web Site

Incompétence

Serviços bancários exclusivos lembram certas versões de
carros despojadas, como Special, Young, Classic e Street

por Luís Perez - Fotos: divulgação

No final de 2003 (que já foi tarde...), vivi uma experiência não muito agradável com uma classe que (desculpe generalizar) ganha rios de dinheiro para juntar um monte de clichês, desenhar um mundo de faz-de-conta e, ainda por cima, ser coberta de glamour, encanto e mistério: a dos publicitários.

Em regra, eles levam meses para conceber uma idéia que qualquer jornalista com mais de neurônio e meio tem alguns segundos para literalmente colocar no papel. E ainda se acham geniais. O mundo, porém, precisa deles. Como a sociedade precisa dos ídolos, dos exemplos.

Aliás, você que mora em edifício e nunca entendeu por que o prédio tem aquele nome inusitado (anglicismo ou galicismo, seja lá o que for), que só 1% dos moradores conseguem entender o porquê ou pronunciar direito, acredite: quem inventou a designação do seu edifício foi provavelmente um publicitário.

Sim, sei porque já trabalhei como redator de agência e costumava girar um globo para procurar, em algum lugar do mundo, nomes bonitinhos para lançamentos imobiliários. Lembro até hoje que ia batizar um edifício como The Finest (o mais refinado), mas o cliente rejeitou o nome, dizendo que lembrava propaganda de uísque (Ballantine´s).

No mundo do carro, a necessidade de batizar automóveis de geração superada, que só não saíram de linha porque são mais baratos e ainda vendem bem, chega a ser hilária. Normalmente posicionados em uma faixa de preço convidativa, perdem os equipamentos que os encareceriam e ganham sobrenomes pomposos.

Então, o Gol virou Special (especial), o Mille, Smart (esperto), o Palio, Young (jovem), o Corsa, Classic (clássico), o Fiesta, Street (referente a rua, urbano), e assim por diante. A meu ver, há um razoável paralelo entre essas denominações e, em contraponto, serviços privados que foram criados para quem pode pagar mais. Continua


 

Roda e avisa
Sintonia - Concorrentes no mercado, quem diria, o mote do novo Palio no Brasil ("Impossível ficar indiferente") é quase igual ao do Volkswagen New Beetle Cabriolet na França ("Difícil ficar indiferente"). Ora, esses publicitários...

O ano do... - Se for possível tachar os últimos anos como o de determinadas configurações de automóveis, não é difícil afirmar que 2001 foi o ano das minivans; 2002, o dos compactos premium; e 2003, o dos modelos de aventura (não necessariamente 4x4).

...fora-de-estrada - Pois 2004 deverá ser o ano do 4x4. Haverá pelo menos meia dúzia nos seis primeiros meses. Desde modelos mais em conta, como o EcoSport 4x4 em março, passando pelo utilitário esporte da VW, o Touareg; os novos da BMW, X3 e X5; um coreano, o inúmeras-vezes-adiado Kia Sorento; e um picape nacional, o Troller Pantanal.

Colunas - Página principal - Escreva-nos - Envie por e-mail

Data de publicação: 6/1/04

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados