Best Cars Web Site
Curiosidades

Outra da Chery: o Tiggo, com frente inspirada no CR-V e traseira na do Toyota RAV4 (acima à esquerda)

Plágio de emblemas    Curiosamente, até o logotipo da ShuangHuan parece o de outra marca famosa: duas argolas entrelaçadas, metade do usado pela Audi. Outra semelhança de emblemas, que levou a processo, foi entre o da Toyota e o usado pela Geely (maior fabricante chinês de automóveis) em seu modelo Meiri. No final de 2003, porém, a marca japonesa teve de engolir não só a perda da ação judicial, como a inacreditável explicação da corte de que o logotipo do "T", composto por três elipses, não era conhecido o bastante no mercado chinês... Pelo menos a Honda conseguiu impedir, judicialmente, que a Chongqing Lifan continuasse a vender motos sob a marca Hongda.

Os dois fabricantes japoneses também foram alvo, em simultâneo, da mesma Chery que plagiou a GM. Seu utilitário esporte Tiggo parece uma mistura entre a frente do CR-V e a traseira do Toyota RAV4. Enquanto isso, outra chinesa — a Great Wall — atira por todos os lados com sua variada linha. Copia a frente do Nissan Frontier no picape Sailor (há inclusive um utilitário esporte dele derivado, o Sing SUV), a do Isuzu D-Max tailandês no modelo SoCool e o estilo geral do Toyota Hilux da geração passada em outro picape, o Big Monster.

  A Great Wall atira para todos os lados: copia a frente do Nissan Frontier no picape Sailor, em cima, e o estilo do antigo Toyota Hilux no Big Monster; há ainda um plágio do Isuzu D-Max tailandês

A pirataria não afeta só americanos e japoneses. A Volkswagen teve seu Polo copiado pela Jiangbei, que o renomeou Golo, e acusou a Chery — sempre ela — de utilizar, sem licença, componentes originais da marca alemã em seus carros, como discos de freio do Jetta/Bora. A empresa chinesa aceitou a reclamação e comprometeu-se a cessar o uso. E, se essas marcas podem ser acusadas apenas de plágio, há uma outra que mereceria um processo pela aberração estética: a Geely, habituada a se inspirar nos Mercedes-Benz em seus carros pequenos e médios, que resolveu aplicar a um compacto sedã frente e traseira praticamente iguais às do Classe C dos alemães. O resultado parece uma piada de mau gosto.

A atitude dos chineses — que parece contar com a conivência de seu governo — é de deixar preocupados fabricantes do mundo todo, mas há pouco rendeu a eles um gosto de vingança. Em julho, executivos das empresas locais Shanghai Automotive Industry Corporation (SAIC) e Nanjing Automotive Group foram a Londres em busca de direitos da MG Rover, a marca britânica recém-falida. A SAIC já havia comprado, no início deste ano, os projetos dos modelos 25 e 75 da empresa inglesa.

A tradicional cópia de antigos Mercedes pela Geely foi longe desta vez: a frente e a traseira do Classe C foram implantadas em um sedã pequeno, em um atentado ao bom gosto...

A Nanjing venceu a disputa e ficou com a divisão de motores e o ferramental de produção da Rover. Ao anunciar sua intenção de reiniciar a fabricação dos carros na China, porém, recebeu um aviso por parte da SAIC de que, se copiasse o desenho dos modelos que agora pertenciam à concorrente, seria levada aos tribunais.

Página principal - Escreva-nos

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados