Best Cars Web Site
Apresentação

O A3 dá a volta por cima

Clique para ampliar a imagem

Belo estilo, motor V6, câmbio DSG: a Audi reassume o
topo da linha de médio-pequenos do grupo Volkswagen

Texto: Fabrício Samahá - Fotos: divulgação

O sonho de consumo de milhares de brasileiros acaba de mudar. A Audi revelou imagens do A3 de segunda geração, destaque de seu estande no Salão de Genebra, na Suíça, em março. Entre as principais novidades estão as ofertas de motor V6 e da caixa manual pré-seletiva DSG.

Ao contrário do modelo anterior, lançado em 1996, o novo A3 terá três versões de carroceria com formato e dimensões distintas: o três-portas agora apresentado, o cinco-portas e a perua Avant. Não faltará uma variação fora-de-estrada, talvez com o nome Allroad e similar em proposta ao conceito Steppenwolf.

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Por enquanto só o três-portas é lançado, com linhas que o identificam com o anterior.
O entreeixos cresceu 65 mm, mas a altura diminuiu 10, contrariando a tendência

O A3 cresceu, mas pouco: chega a 4,20 metros de comprimento, 1,76 m de largura e está 1 cm mais baixo -- ótima notícia para os que rejeitam os novos hatches com jeitão de minivan. O entreeixos passou de 2,51 para 2,58 m. O estilo, obra de Walter de Silva (o mesmo que já fez milagres na Alfa Romeo e na Seat), tem o mérito de manter a identidade do modelo anterior, ao mesmo tempo em que lembra o novo A8, sobretudo pelos faróis e lanternas traseiras. As pequenas janelas laterais e a alta linha de cintura permanecem.

No interior, a inspiração foi o esportivo TT, como se percebe pelo console de formas retas e os difusores de ar circulares. Curioso o acelerador montado no assoalho, e não suspenso. Três padrões de acabamento -- Attraction, Ambition e Ambiente -- serão oferecidos aos europeus. O banco traseiro também pode ter aquecimento, uma primazia no segmento.

Cinco motores compõem a oferta do novo médio-pequeno da marca de Ingolstadt. Os três a gasolina são de 1,6 litro e 102 cv, 2,0 litros e 150 cv (com injeção direta FSI) e V6 de 3,2 litros e 241 cv, similar ao do TT 3.2 Quattro. Este motor estava fazendo falta ao A3, já que o próprio "primo pobre", o Golf R32, o oferecia. Os motores turbodiesel são de 1,9 litro/105 cv e 2,0 litros/147 cv, este com quatro válvulas por cilindro.

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Por dentro, o habitual acabamento luxuoso e inspiração no TT no console e nos
difusores de ar. Dos cinco motores, um é o V6 de 3,2 litros e 241 cv do Golf R32

Tanto o V6 quanto os diesels podem ser equipados com a caixa de câmbio manual pré-seletiva DSG, de seis marchas, e tração integral com sistema Haldex (saiba mais). Existe também opção do câmbio automático Tiptronic. A suspensão dianteira continua McPherson, mas na traseira o eixo de torção -- tradicional na marca -- dá espaço a um independente com braços sobrepostos. A direção ganha assistência eletromecânica, regressiva em função da velocidade.

Página principal - e-mail

Data de publicação: 4/2/03

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados